sábado, 10 de novembro de 2018

REUNIÃO REALIZADA COM EMPRESÁRIOS DE FESTAS E EVENTOS DEFINE NOVAS REGRAS PARA O SETOR


Ocorreu nesta última quinta-feira(08) em São João dos Patos na sede do 35ª Batalhão da Policia Militar, uma reunião em que participaram empresários do ramo de eventos e donos de bares e casas de show na cidade.

A reunião foi promovida pela PM e pela Secretaria de Meio Ambiente do município. Na pauta foram discutidos assuntos como a problemática da  poluição sonora, perturbação do sossego, normas, horários de funcionamento de festas e eventos.

Participaram também da reunião o Tenente Coronel Emerson Bezerra, a secretária municipal do meio ambiente Karol Mundin além de outras autoridades.

No final ficou determinado a proibição do uso de paredões de som em bares,além de que toda e qualquer festa deve ocorrer somente em local fechado.

Feriados, sexta-feira e Sábado, as festas de grande porte devem se encerrar até às 03:00horas. Serestas terão que se encerrar até às 02:00 e voz e violão até 00:00 horas. Já no domingo todos os eventos devem ocorrer até às 00:00.
Quanto à eventos privados ficou determinado a exigência de que todos tenham segurança privada, além da proibição de menores de 16 anos sem o acompanhamento dos pais.
 

2 comentários:

  1. Concordo com as regras, mas já que se fala em lei do silêncio, existe algum plano para combater esses infernais canos de motos, absurdamente barulhentos?

    ResponderExcluir
  2. O Horário da festa quem deveria definir não era a secretaria de segurança pública. Quem deveria definir era um promotor de eventos. Quanro ao horário, e menores de idade concordo que deve ser apresentado o RG, deixa o povo ser feliz e voltar para casa a hora que quiser. A segurança pública deveria se preocupar em aumentar o efetivo noturno e não ficar regulando horário, pois ja pagamos muitos impostos nesse estado e quem deveria prezar pela segurança, dar uma medida Palestina impedindo o pleno evento ocorrer. Para evitar violência o que deve ser feito é a aplicação da lei. Horário não resolve nada, uma vez que isso irrita a classe de trabalhadores noturnos como donos de bares e restaurantes que depemdem disso para sobreviver. Eu acho que o estado não tem o poder de regular o horário e sim de revistar cidadãos. Essa medida continua a deixar os meliantes soltos. Isso é bom para vagabundo e não para cidadão e turistas que preferem ir para São João dos Patos para se divertir.

    ResponderExcluir