Blog do Leandro Noleto

sábado, 26 de janeiro de 2019

TRAGÉDIA EM BRUMADINHO: NÚMERO DE MORTOS JÁ CHEGA A 34 PESSOAS

Casal com familiares desaparecidos observa a área inundada após o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho. — Foto: André Penner/AP
Na tarde deste sábado (26), o governo de Minas Gerais informou que o número de mortos em Brumadinho, em decorrência do rompimento de uma barragem da Vale, chegou a 34. O novo balanço faz com que o desastre supere oficialmente, em número de mortes, a tragédia ocorrida em 2015 na cidade de Mariana (MG). Na época, a enxurrada de lama decorrente da ruptura da Barragem do Fundão resultou na morte de 19 pessoas.
Até agora, foram resgatadas 366 pessoas, sendo 221 funcionários da mineradora e 145 terceirizados. Destes, 23 estão hospitalizados. Entre as vítimas fatais, 8 foram identificadas. O Corpo de Bombeiros mantém 205 homens no local – 175 são especializados no trabalho de resgate de vítimas de soterramento.
Ainda segundo comunicado do governo, o trabalho de monitoramento da barragem B6 continua e as atividades de resgate foram suspensas às 20h e serão retomadas às 4h da madrugada.
Pedro Ladeira/Folhapress

Multa de R$ 99 milhões

O governo de MG anunciou também que, por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, estipulou multa no valor de R$ 99 milhões à Vale por responsabilidade dos danos causados pelo rompimento da barragem da Mina do Feijão. O valor será destinado a reparos. Segundo o secretário Germano Vieira, a empresa deverá ser notificada até segunda-feira (28) e, a partir de então, terá 20 dias para recorrer.
No mesmo comunicado, o governador Romeu Zema, que decretou luto oficial de três dias, “reiterou o agradecimento a todos empenhados em colaborar neste momento de sofrimento”.

Publicidade:

                                             VEM AIIIÍ... BALADA DAS FÉRIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acidente entre moto e carro tira a vida de um idoso na cidade de Sucupira do Riachão

Um grave acidente foi registrado na tarde desta sexta-feira na cidade de Sucupira do Riachão. Um idoso conhecido como Zeca do Expedito falec...