sábado, 4 de janeiro de 2020

CLIMA ESQUENTA NO CENÁRIO POLÍTICO DE FLORIANO: EM ENTREVISTA Á TV TROPICAL PASTOR ALMIR REIS SE REFERE AO PREFEITO JOEL COMO UM "BANDIDO"

almirreis12


O cenário político da cidade de Floriano esquentou bastante nos últimos dias. O vereador e pastor Almir Reis(MDB) que decidiu no fim do ano passado abandonar o projeto de pré candidatura concedeu uma entrevista à Tv Tropical da cidade de Barão de Grajaú com o jornalista Welington Raulino. 

Durante a entrevista, Raulino o indagou se com sua desistência o pastor poderia vir à apoiar a reeleição de Joel.

A resposta de Almir foi enfática e surpreendeu á todos pelo tom de agressividade"Não existe possibilidade deu apoiar candidato bandido que só tem prejudicado a nossa cidade", afirmou o reverendo florianense se referindo ao atual prefeito.

-Joel reage à fala de Almir

Resultado de imagem para joel rodrigues

O prefeito Joel reagiu à fala do vereador onde diz lamentar o tom de agressividade de Almir, veja a nota na íntegra abaixo:

-Amigas e amigos.  Nessas poucas linhas quero comentar sobre as palavras do reverendo, repercutidas na imprensa, nesta sexta-feira, 3 de janeiro.
Primeiro lamentar, mas sem grande surpresa, pelas agressivas palavras contra alguém que tem quase trinta anos de vida pública, sem condenações e manchas, pautados no discernimento e vontade de Deus, sete mandatos concedidos pelo povo, que sempre soube escolher os seus gestores e que jamais colocaria um “bandido” em tão importantes cargos públicos.
Dizer que sou um “bandido”, que faço parte de uma “máfia”, é algo muito forte para sair da boca de alguém que é linha de frente em um templo cristão, e, ao mesmo tempo, traz à tona uma postura muito estranha, alguém que dizia estar abandonando a política em nome de Deus e seu ministério e a família, coisas tão sagradas; de alguém que outrora, como aliado, tinha palavras e postura tão diferentes.
Sempre respeitei os meus adversários políticos, sempre fiz política e gestão pautados na paz e no bem, não uso armas, não agrido pessoas, não roubo, não pronuncio palavrões, não uso de calúnia, injúria ou difamação contra quem quer que seja, e cada vez que ouço ou presencio situações como a de hoje, absorvo mais uma carga de decepção, porque essas ações e pensamentos partem exatamente de quem promete ajudar Floriano a crescer.
A população não aprova esse tipo de postura.
Por fim gratidão por tantas manifestações de apoio e de repúdio ao fato lamentável deste dia. Sigo firme na fé, na integridade e no respeito ao povo.
Joel Rodrigues

                            Por Leandro Noleto


Nenhum comentário:

Postar um comentário